Drops do SPFW N45
O inverno 18 da A. Niemeyer (foto: Vogue)

Em processo de experimentação, o SPFW N45 se dividiu entre marcas que apresentaram a coleção de verão 19 e marcas que continuam apostando no formato "see now, buy now", a exemplo da A. Niemeyer. Nós, como em outras edições, conferimos de perto todas as mudanças e novidades da temporada, quer sejam de inverno ou verão.


A. Niemeyer

A A. Niemeyer carrega em seu DNA uma ideia de conforto, que é reforçada a cada coleção. Com essa não foi diferente! Para isso, peças oversized se misturam à lã, ao xadrez e aos tecidos fluidos. O inverno 18 da marca, que já está à venda na Dona Santa, se chama "Meet me in Montauk", porque foi inspirado na região americana onde surfistas do mundo inteiro praticam o esporte independente da estação do ano. Com isso, a ideia é transmitir, através das roupas, a sensação de bem-estar que a atividade proporciona.


Reinaldo Lourenço

Não é muito incomum vermos moda e cinema andarem lado a lado. No desfile do Reinaldo Lourenço, o estilista buscou inspiração não em um, mas em três grandes filmes: "Morte em Veneza", "De Olhos Bem Fechados" e "Sid & Nancy". Diferente do que fez a A. Niemeyer, Reinaldo apresentou a sua coleção de verão 19, que traz para a próxima temporada uma alfaiataria moderna, o xadrez típico britânico com pegada punk, além de listras, quadriculados e muita transparência. 


Lilly Sarti

Com babados, tons terrosos e um mix super interessante de texturas, a Lilly Sarti levou à passarela elementos que remetem à década de 70, com o toque boho de sempre, e uma bossa latina que foi novidade nesta coleção. No verão 19 da marca, também se destacam as candy colors, que fazem um contraste bem bacana com as peças de tom terroso, e nos levam a crer que o color blocking resistirá a mais uma temporada. 


Lenny Niemeyer

Sofisticação é a palavra que define esta coleção. Nesta temporada, a Lenny fez um resgate às origens... Da marca e do Brasil. Para isso, ela trabalha com a palha e o tropicalismo típico brasileiro, mas tudo isso de forma nada óbvia, fugindo da monotonia. Para o verão 19, as peças-desejo não são apenas biquínis ou maiôs, como é de se esperar, mas macacões, blusa e vestidos com proposta oversized, reforçando a ideia de que, nos novos tempos, moda e conforto são interdependentes. 


Handred

Com casting diversificado e uma coleção inspirada em Marrakech, a Handred, marca do Rio de Janeiro que carrega a bossa carioca em sua essência, estreia na semana de moda paulistana. Além do linho e dos tecidos 100% naturais com proposta mais leve, nesta coleção, também pudemos ver peças feitas a partir do veludo molhado, mas com a mesma pegada de "verão o ano inteiro". 


Imagem do post
Reinaldo Lourenço (foto: ffw)
Imagem do post
Lilly Sarti (foto: ffw)
Imagem do post
Lenny Niemeyer (foto: ffw)
Imagem do post
Handred (foto: ffw)