Rio de Janeiro: um roteiro alternativo
O belo Rio de Janeiro visto de cima (Foto: Pinterest)

Soa clichê, mas o Rio de Janeiro continua lindo. Na realidade, o Rio é lindo! É daquelas cidades que quando eu chego, bate uma emoção diferente. Você larga o celular e se gruda na janela para contemplar a paisagem. Quem não fica boquiaberto ao pousar no Santos Dummont e passar pelo aterro do Flamengo rumo a Botafogo? O Rio é o Rio e ponto final. Cidade ícone, a qual comparo com grandes cidades do mundo, incluindo Nova Iorque, Londres ou Paris. O Cristo e o Pão de Açúcar estão para nós assim como o Big Ben para Londres e a Torre Eiffel para Paris.

Frequento o Rio desde pequeno, quando passávamos férias de julho na cidade visitando o pedaço da família carioca. Por vezes, subíamos a Petrópolis, onde meus bisavós tinham uma casa de inverno. Sou do tempo do Rio do Cosme Velho e sua rua das Laranjeiras que traz memórias familiares.

Recentemente tive o prazer de voltar a frequentar o Rio com a inauguração do hotel design Yoo2 Rio by Intercity. O hotel está localizado na praia de Botafogo, debruçado sob o Pão de Açúcar e tem uma vista maravilhosa. O Yoo 2 Rio nos motivou a levar o projeto Intercity Escapes para a cidade maravilhosa e já que o hotel tem uma pegada “cool”, a ideia foi propor um roteiro nada convencional e explorar um Rio diferente, por vezes esquecido, mas igualmente fascinante. Explorar o bairro de Botafogo ou melhor “Botasoho”, como vem sendo chamado pelos locais, e cavocar o centro que revela segredos incríveis da arquitetura e época de capital do Império e federal, foi nossa motivação. Para esta viagem, contei com a incansável gestora de relacionamentos e “public figure” gaúcha Patti Leivas e a talentosa e espirituosa escritora Martha Medeiros. Ambas com longa trajetória de amor com o Rio. Portanto, pensando em sempre compartilhar o novo e não óbvio, aqui vai uma dica de roteiro da cidade maravilhosa.

Existe, sim, um legado das olimpíadas e parte dele foi revitalizar o centro. Comece explorando os murais do Kobra na zona portuária e dali caminhe em direção à praça Mauá. Ali encontram-se os imperdíveis Museu do Amanhã que, além da arquitetura fascinante, faz a visita valer cada segundo. Próximo, fica o MAR (Museu de Arte do Rio), onde a estrela é seu restaurante na cobertura com vista belíssima da Baía de Guanabara. Dali, caminhe um pouco mais e confira o Mosteiro de São Bento, com seu interior todo folhado à ouro como preza o estilo desta congregação. Se tiver pique, caminhe pela Av. Rio Branco e observe o comércio local, com arquitetura que por vezes lembra Paris, por vezes Nova Iorque e se assemelha ainda mais à nossa vizinha Buenos Aires. Seu destino é a Cinelândia, com o Museu de Belas Artes, Teatro Municipal e Biblioteca Nacional aos seus pés. Todos três visitáveis e sensacionais. O Museu de Belas Artes traz um acervo importantíssimo, desde a época da descoberta do Brasil até a arte moderna. Já no Teatro Municipal, vale a pena ir assistir a um espetáculo, mas se isto não for possível, faça uma visita guiada – a construção é surpreendente e tem uma vista linda para o Aterro. A Biblioteca Nacional é a grande surpresa: uma das mais importante do mundo, graças a herança portuguesa, que trouxe sua coleção para o Brasil com a vinda da família Real – a fundação oferece uma visita guiada muito interessante. Por fim termine seu dia com chave de ouro e com as maravilhas da clássica Confeitaria Colombo, que fica a 10 minutos a pé.

Outra dica bacana é fazer um passeio de barco saindo da Marina da Glória. Ver o Rio a partir do mar não tem preço. Circundar o Pão de Acúçar é uma das imagens mais bonitas que podem existir. Minha dica é ir até as Ilhas Cagarras, porém atenção: o mar do Rio não é brincadeira, certifique-se que o dia está propício, pois o passeio pode ficar bem ”bumpy”.

Outra opção é curtir a floresta do Rio. Para isso, nada melhor do que visitar tanto o Jardim Botânico ou o Parque Laje. Neste último, vale tomar um café ou almoçar no Café do Lage. A dica aqui para ambos os parques é levar uma canga, um livro e se jogar no chão ao som dos passarinhos cariocas. Minha dica de restaurante na região é o excelente "Puro", do amigo Pedro Siqueira. Os pães de queijo recheados são de comer no cantinho.

Aqui vão outras dicas de restaurantes próximos ao hotel Yoo2 Rio: meus favoritos são os consagrados "Irajá", que é mais relax apesar da sofisticação do menu, e o sensacional "Lasai", do Rafa - este mais sofisticado e estrelado; abre somente à noite, com menu degustação. Outra dica imperdível é o "Cariocally", localizado no próprio hotel, que tem cardápio assinado pelo novo e super talentoso Marcelo Schameck - a dica aqui é a costela 12 horas ou o polvo no arroz de Jambu com Tucupi.

Pra finalizar, vai uma insider tip: visite o site www.maisasas.com , trata-se de uma empresa especializada em experiências customizadas no Rio. São atrações incríveis, desde trilhas à tours temáticos. Uma que eu considero fantástica é a da querida Mari Vidal. Trata-se de um almoço na própria casa da chef. Ela recebe com uma moqueca feita com a participação dos próprios convidados. Uma experiência imperdível pela moqueca, pela simpatia da Mari e pela casa incrível, cercada por muito verde, em plena Gávea.

Até a próxima viagem!

Marcelo Bezerra de Mello Marinho – insta @celobmm

Diretor da ICH que administra as marcas Yoo2 (recém-inaugurado no Rio), Intercity (+ de 30 destinos no Brasil e Uruguai) e Hi! (em breve) – Pernambucano morando em Porto Alegre, Bacharel em Turismo pela UFPE, Mestre em Marketing hoteleiro pela New York University, Sommelier pela ABS, “Travel Addict”, casado e pai do Rafa.

Mais:


www.intercityhoteis.com.br


www.yoo2.com.br


www.hihotel.com.br


Imagem do post
Os murais de Kobra na zona portuária (Foto: Studio Kobra)
Imagem do post
O imponente Teatro Municipal (Foto: Reprodução)
Imagem do post
A modernidade do Museu de Arte do Rio (Foto: Divulgação)
Imagem do post
Um dos quartos do Yoo2 Rio (Foto: Reprodução)
Imagem do post
O estrelado restô Lasai (Foto: Rio Summer)
Imagem do post
O belo Parque Lage em um dia cheio (Foto: Reprodução)